Mapa com Preço Dinâmico Uber, mas não tem corridas

O preço dinâmico é um indicativo de que existem muitos passageiros solicitando corridas em uma determinada região, porém isso não quer dizer que os motoristas receberão algumas dessas solicitações com valores elevados. E realmente muitos motoristas tem deixado de receber corridas mesmo quando estão em regiões onde o preço dinâmico está bombando. É o seu caso? Então veja quais são os principais motivos!

Primeiramente, é importante lembrar a você que o preço dinâmico é muito volátil, isto é, não tem um início ou término previsível, pois existem muitas variáveis como o clima, eventos na cidade, vésperas de feriados e feriados, trânsito parado, enfim, não é algo certo, por isso, se estiver longe de áreas que estejam com preço dinâmico, evite ao máximo fazer grandes deslocações até essas regiões, pois a tarifa dinâmica pode acabar quando você estiver na metade do caminho ou chegando próximo a ela.

Preço Dinâmico Uber

Preço dinâmico Uber = Valores elevados

Quando muitos passageiros estão solicitando uma corrida na mesma região o aplicativo automaticamente ativa o preço dinâmico e o mapa começa ficar avermelhado para os motoristas, no entanto, o fato do passageiro tentar solicitar a corrida não significa, necessariamente, que ele concluirá o pedido dela.

Isso acontece, basicamente, por um único fator: valor muito elevado. Por mais que o passageiro precise solicitar um Uber para ir até um determinado lugar, não significa que ele aceitará qualquer valor que seja cobrado, por isso muitas vezes o preço dinâmico é ativado, mas os motoristas não recebem chamadas.

Se estiver com dúvidas importantes, talvez possa ser Útil ler a nossa matéria UBER TELEFONE – Contato com o suporte Uber.

Preço dinâmico Uber que se espalha pelos arredores

Quando a quantidade de passageiros solicitando Uber é muito elevada em um, dois ou mais bairros, o preço dinâmico entra em um efeito que eu, particularmente, chamo de “cascata”. Isto é, o dinâmico de um bairro começa a se espalhar para os bairros vizinhos e assim por diante como em um efeito cascata, ou se preferir, como em um efeito dominó.

Em um exemplo simples e fácil podemos usar a gema e a clara do ovo, onde neste caso a gema representa o preço dinâmico e a clara os bairros aos arredores. Quando uma gema é pressionada existe um certo risco dela estourar e se misturar com a clara, não é verdade? Da mesma forma, se a quantidade de passageiros solicitando viagens em um determinado local for muito alta, o preço dinâmico poderá estourar e se espalhar para várias regiões.

Quando esse “fenômeno” acontece dezenas de milhares de motoristas acabam entrando em uma grande área com preço dinâmico, porém não recebem corridas. Isso já aconteceu com você? Se sim, a única solução será se dirigir até o centro do dinâmico, pois é lá que o “bixo” está pegando.

Envie o seu comentário!


Ícone de AlertaNão esqueça de voltar aqui para conferir se o seu comentário foi respondido!