Vale a pena ser Uber BLACK?

Vale a pena ser Uber BLACK?

A categoria BLACK foi a primeira modalidade de transporte da Uber quando chegou ao Brasil em meados de 2014. Na época, somente a cidade do Rio de Janeiro contava com os serviços, porém não demorou muito e as cidades de São Paulo e Belo Horizonte também passaram a integrar o quadro de operações da empresa. De lá para cá já se passaram mais de 5 anos e muitos continuam a se perguntar: Vale a pena ser Uber BLACK?

Por se tratar de uma categoria de luxo existe um conjunto de fatores que devem ser criteriosamente analisados por quem deseja ingressar nela, afinal, tudo o que menos queremos é passar por um aperto financeiro em razão de uma decisão impensada, não é mesmo?

Mas, tão importante quanto saber se vale a pena ser ou não ser um Uber BLACK – e você saberá logo a seguir -, é ser um parceiro cadastrado e aprovado na plataforma. Você já é? Caso não seja e tenha interesse, nós preparamos um guia completo a respeito e também uma matéria específica: Requisitos para Motorista Uber.

Vale a pena ser Uber BLACK?

Sim. Ainda vale a pena ser Uber BLACK, principalmente pelo fato de ser uma categoria restringida a cidades com alto potencial de clientes, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Florianópolis. Obviamente, é importante estudar o mercado (demanda) da sua cidade, pois diferente do Uber X que tem solicitações a qualquer hora e lugar, o BLACK não funciona da mesma forma.

É mais rentável

Os motoristas do BLACK ganham em média 60 a 70% a mais em relação aos que trabalham no X. Veja um comparativo abaixo:

Viagem no Uber X

  • Duração: 24m51s
  • Distância: 12,63 km
  • Valor: R$ 19,66

Viagem no Uber BLACK

  • Duração: 24m51s
  • Distância: 12,63 km
  • Valor: R$ 32,04

Esses valores são referentes ao mês de setembro de 2016, porém são igualmente proporcionais ao que é repassado aos motoristas atualmente, com a diferença de que as tarifas hoje em dia estão um pouco mais elevadas. De qualquer forma, ilustra bem a diferença entre a mesma viagem feita no X e BLACK: cerca de 63% a mais para o motorista da categoria de luxo.

Fidelização de passageiros

Se fizermos uma conta básica de adição: carros modernos + espaço interno maior + conforto + requinte = O resultado não poderia ser outro: fidelização de passageiros. A soma de todos esses fatores aliado a um atendimento de alto nível colaboram (e muito) para transformação de alguns passageiros em clientes fixos que mais tarde sempre estarão solicitando viagens particulares.

Menos solicitações

Nós não estávamos brincando quando comentamos alguns parágrafos acima que era importante estudar o mercado (demanda). De fato, você precisará entender bem a sua cidade antes de se arriscar no Uber BLACK, pois o fato de ser uma categoria luxuosa e cara acaba diminuindo bastante a quantidade de clientes.

Geralmente, as regiões mais propensas a ter um nível maior de solicitações no BLACK são: condomínios e bairros de padrões aquisitivos maiores, assim como zonas empresariais e aeroportos. Recomendamos que você acesse o site Motorista Elite e descubra um pouco mais a respeito, pois lá eles ensinam gratuitamente as melhores estratégias para ganhar mais na Uber, 99 e Cabify, o que será muito importante caso você realmente queira seguir como motorista Black.

Desgaste menor

Apesar da demanda ser menor, o que não significa que você ganhará menos do que motoristas do X ou SELECT, a grande vantagem do BLACK é que o desgaste do seu veículo será muito menor, uma vez que você precisará andar menos para ganhar muito mais e, sobretudo, sempre estará circulando por regiões mais nobres e modernas onde a qualidade das ruas e asfalto são maiores. Por essa razão, revisões e manutenções serão menos frequentes.

Qual é o melhor carro para Uber BLACK?

Em uma pesquisa rápida feita com alguns motoristas, o carro que mais recebeu indicações como o melhor para ser usado no BLACK foi o Toyota Corolla. Segundo eles, o veículo é extremamente robusto e confiável, com baixa incidência de problemas mecânicos, consumo razoável e, não menos importante, tem a qualidade de um autêntico carro japonês.

Achou útil? Compartilhe!